Licença Creative Commons
Este trabalho de http://loucurasdepierrot.blogspot.com/, foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição - NãoComercial - CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada.
Com base no trabalho disponível em loucurasdepierrot.blogspot.com.

1 de jun de 2015

O céu tá sem estrelas hoje.

Coisas que aqueles amigos que só aparecem em turnos, e turnos nos dizem.


-- Olha quem aqui se encontra!  Quanto tempo, Thigo?!

-- Fale véi, quanto tempo.

-- Quer uma cerveja?

-- Não obrigado, não bebo.

--Tudo bem, tudo bem! E as coisas como andam?

-- O céu tá sem estrelas hoje.

-- Humhum, como na ultima vez que nos vimos.

-- É, e as anteriores também.

-- Humhum. Eu lembrei de um dia muito estranho hoje e você tava nele.

-- ... Eu sempre estou nos dias estranhos das pessoas.

-- Ninguém tem culpa de você ser desengonçado. Foi aquele dia que a gente tava em um luau, e de repente apareceu aquele maloqueiro alcoolizado. Que tinha um nome, que tem a ver com planta, como é o nome dele?

-- Silvestre!

-- Pow cara, tua memoria assusta até pessoas que te conhecem a mil anos.
(gargalhadas) Cara o bicho tinha aquele cabelo meio samabaia, e uma camisa laranja, com verde limão. O que tinha escrito na blusa dele mesmo?!

-- "O vermelho dos meus olhos, vem do verde da natureza", by bob marley. E na lateral da blusa tinha "pertence a silvestre".

-- Que memoria fdp, que memoria fdp (gargalhadas)

-- Sabe que dizem que quem tem memoria boa, tem mais chances de ter alzheimer.

-- Sério? Então tu tá fodido. Só que eu nasci com alzheimer então, porque eu não lembro de nada.

-- Tá, deixa. O que tem o Silvestre?

-- Pow véi, sei lá... Pensei nele agora do nada pra descontrair, nunca mais tinha rido perto de tu.

-- Silvestre, lembra da mina que o bicho pegou? tu tava afim dela achando que ia dar uns pega, e no final o Silvestre deu maior beijão?!

-- FDP, FDP, ela era vizinha daquela outra menina que tu ficasse.

-- Era...o bicho namorou a vizinha dela pow, quase engravidava e tal.

-- Eu tô ligado. Enfim, me diga o que Diabo você está fazendo aqui no meu turno.

-- ...Ermn..., eu queria só conversar.

-- Saquei, outro dia eu tava aqui pensando no nome daquele jogo de playstation que a gente jogava que era de corrida de rua, tinha bicicleta, skate, patins, e os caras tinham que passar no meio de umas traves. Tu se lembra o nome do jogo?

-- 2Extreme, ou 3extreme

-- Memooooriaaa fdp. Gargalhadas.

-- Esse jogo não era meu, era de um amigo de infância. Eu comprei um depois só que perdi.

-- Tô ligado. Eu acho que eu lembro quem é esse boy.

-- Eu sinto falta dele pra caramba.

-- Ele fez a escolha dele, mas eu sei como é isso.

-- O bicho era o tipo de cara que você sabia que ele seria o primeiro a sair correndo. Mas passava confiança. Quando eu comecei a estudar mais, comecei a deixar ele de lado, ele ia me procurar, mas eu tava estudando, ou lendo, ou jogando. E penso que ele achava que eu tava evitando ele ou fugindo dele. Mas eu tava era fugindo de todo mundo, e evitando todo mundo.

-- Só que isso não faz de você um vilão. As pessoas tendem a fazer isso, é natural, ele sentia sua falta por isso ele ia lá, você era amigo dele, mas ele não lhe culpou pelo que aconteceu.

-- Mas me faz sentir culpado. Se ao menos eu tivesse presente, ele poderia ter mudado de ideia, e até mesmo saído daquela.

-- Hoje o céu tá sem estrelas. Meu turno já tá acabando, e daqui vou jogar golfe no buracão.

-- E eu preciso ir pra casa.

-- Ei..?

-- ...Fala.

-- Seja você! Quando fazemos isso, não existe nada no mundo que nos deixe mais sensatos e livres. Quando somos nós mesmos até os Deuses perdoam nossas loucuras, nossos erros.

-- Por que um coração limpo é aquele que faz o que é.

-- =) Negocio de viaaaaado da pooorraaaa

-- né?! Falou viado. =D

-- Flw,  Thiagoviado!





Nenhum comentário:

Postar um comentário